4 dicas para avaliar métricas e dados de restaurante delivery

Os dias em que bastava saber como cozinhar bem, comandar uma cozinha e administrar um negócio para poder ter um restaurante de sucesso já acabaram. Atualmente, é necessário saber não só isso tudo, mas como trabalhar com métricas de delivery em aplicativos como o Rappi.

Isso porque os aplicativos de delivery se transformaram em fontes de renda vitais para as empresas do ramo alimentício. Só no segundo semestre de 2020, o aumento de consumo nessas plataformas foi de 103%.

É claro que a pandemia do novo coronavírus teve um impacto significativo nesse crescimento, mas ela apenas acelerou aquilo que já era previsto para acontecer inevitavelmente.

Portanto, se você quer aprender como gerenciar um restaurante nesses tempos modernos, precisa compreender como avaliar as métricas de delivery do jeito certo. Quer aprender? Então siga a leitura do artigo abaixo!

1. Entenda quais são as principais métricas de delivery

O primeiro ponto para poder lidar bem com as métricas de delivery é entender que existem várias delas e que nem todas são tão relevantes quanto parecem ser. Na verdade, é essencial saber diferenciar o que são “métricas de vaidade” e aquelas que realmente valem a pena analisar e acompanhar.

Uma métrica de vaidade é um indicador que faz bem para o ego, mas que não converte em novas vendas ou tem qualquer importância prática para o restaurante. Por exemplo, o número de seguidores em redes sociais ou a quantidade de vezes que o seu produto foi visto em um aplicativo de delivery.

Ter 100 mil seguidores pode fazer bem para o seu ego, mas se todos eles forem de cidades diferentes da sua, nenhum se tornará um cliente, correto? Portanto, é essencial que o seu foco seja em trabalhar com as métricas corretas, aquelas que realmente trazem insights sobre a sua empresa.

Nesse ponto, podemos dividir as métricas de delivery em dois pontos: as que são importantes para vender e as que são essenciais para a sua administração. Abaixo, vejamos algumas das métricas que impactam as suas vendas:

  • Tempo de preparo dos pratos;

  • Custo do delivery;

  • Avaliações nos aplicativos.

E algumas métricas importantes para a sua administração:

  • Custo de aquisição de clientes;

  • Fluxo de caixa com os pagamentos em cartão;

  • Custos das formas de pagamento;

  • Custo de insumos.

2. Compreenda o impacto desses dados nos algoritmos

Anteriormente, listamos 3 métricas de delivery que têm impacto nas suas vendas em aplicativos como o Rappi e outros: o custo de entrega, o tempo de preparo dos pratos e as avaliações dos clientes. Mas por que, exatamente, eles afetam os pedidos recebidos nas plataformas de delivery?

Isso acontece porque todos os aplicativos contam com algoritmos que controlam quais serão os restaurantes e pratos exibidos para os clientes. Esses algoritmos contam com fatores específicos para apresentar aos consumidores aqueles pratos/restaurantes com maiores chances de gerar uma experiência positiva para os clientes. Afinal, quanto mais satisfeitos os consumidores, maiores as chances de usarem o aplicativo novamente.

Portanto, os algoritmos são programados para favorecer os restaurantes que entregam uma experiência positiva para os consumidores. Isso é feito com base nessas três métricas citadas. Afinal, elas refletem o custo que um consumidor tem com um determinado restaurante (tanto o custo financeiro, quanto o custo de tempo a esperar), além de o nível geral de satisfação obtido (pelas avaliações).

3. Faça testes para saber como controlar as métricas

Cada métrica citada neste artigo é composta por pequenas engrenagens. Por exemplo, cada passo no ritmo de trabalho do seu time contribui para aumentar ou reduzir o tempo médio de preparo dos pratos.

Dessa forma, é essencial que o gestor de um restaurante para testes e mais testes para poder entender quais são os fatores que afetam cada uma das métricas mais importantes. Com base nisso, será possível seguir para a nossa dica número 4.

4. Crie métodos de trabalho que otimizem os seus resultados

Depois de saber o que afeta o seu tempo médio de preparo de pratos ou o que aumenta as avaliações positivas, é essencial criar métodos de trabalho que otimizem esses resultados.

Por exemplo, suponha que o seu restaurante vende porções de batata-frita. No entanto, como a embalagem é fechada, as batatas chegam murchas até o cliente. Isso se traduz em avaliações que não são totalmente positivas. É possível corrigir esse ponto com embalagens que permitem a circulação do vapor e mantenham as batatas crocantes.

Com essas novas rotinas de trabalho, ficará mais fácil obter os resultados que você quer para o seu restaurante delivery.

Pronto! Agora que você já entendeu como trabalhar as métricas de delivery na sua gestão de restaurante, poderá colocar as nossas dicas em prática e ver o seu negócio se destacar nos principais aplicativos do mercado. Dessa forma, aumentará o número de pedidos recebidos online, elevando o seu faturamento como consequência.

Gostou do assunto? Então compartilhe a sua opinião em um comentário abaixo!

Deixe um comentário