Como encontrar um bom profissional vidraceiro

Encontrar bons profissionais é uma tarefa minuciosa e particularmente difícil caso você não saiba o que está procurando.

Nesse contexto, para te ajudar a encontrar um vidraceiro que seja um bom profissional, neste artigo, trouxemos algumas dicas que você pode utilizar para identificar a qualidade do trabalhador. Ficou interessado(a) pelo tema e deseja saber mais?

Confira abaixo!

Procure informações sobre a reputação do profissional

Trabalhar com vidro é uma atividade particularmente difícil e que nem todo mundo consegue executar com maestria devido ao fato de que é um material delicado e que requer atenção na hora de fazer o acabamento.

Nesse contexto, um dos principais indicadores de que um profissional dessa área é bom no que faz é a reputação que ele tem perante os clientes que já passaram por ele.

Por exemplo, se você busca uma vidraçaria em Osasco (São Paulo), você pode buscar informações ou indicações pela Internet.

Antes de contratar, é preciso pesquisar sobre o trabalho que ele realiza. Para isso, uma boa ideia é pesquisar nas redes sociais o que estão falando sobre o vidraceiro ou, caso não encontre nada, falar diretamente com quem já fechou negócio com o profissional e perguntar sobre o acabamento, durabilidade do produto, assistência depois de finalizado, entre outras coisas.

Nesse contexto, lembre-se de que, apesar do preço ser um critério muito importante, ter certeza de que o trabalho executado será bem feito é essencial. Isso porque, caso o vidraceiro não faça as coisas direito da primeira vez ou não te ofereça suporte caso aconteça algum problema, você vai precisar desembolsar novamente para pagar pelo retrabalho, o que torna a execução da obra ainda mais cara.

Opte por empresas que estão no mercado há mais tempo

Para a execução de alguns serviços, feliz ou infelizmente, a tradição ainda é muito importante e deve ser levada em consideração antes que você opte por escolher uma vidraçaria.

Isso acontece devido ao fato de que, atualmente, muitas empresas iniciam no ramo, mas apresentam uma qualidade de produto irregular, o que faz com que alguns clientes fiquem satisfeitos e outros não.

Nesse contexto, com uma empresa solidificada no mercado, você pode saber se a tendência da empresa é entregar produtos com melhor qualidade ou não. No entanto, atente-se: apesar de a tradição ser importante, procure por vidraçarias que se atualizam no mercado, trazendo produtos novos, adotando o uso de novas tecnologias, aperfeiçoando a mão de obra, entre outras coisas. 

Dê preferência para quem trabalha corretamente

Como dito anteriormente, trabalhar com vidro é uma atividade difícil e que, por isso, requer bastante cuidado, tendo em vista que ninguém deseja que algum acidente ocorra. Pensando nisso, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) criou algumas normas que devem ser seguidas para garantir a segurança na execução da obra e na utilização do usuário, além de garantir a qualidade da peça.

Sendo assim, para escolher uma empresa vai te oferecer um bom serviço, tenha a certeza de que ela segue as NBRs (Normas Brasileiras) que regulam essa atividade, que são elas:

  • NBR 7.199 que fala sobre o projeto para instalação de vidro;
  • NBR 11.706 que fala sobre a utilização de vidros em obras;
  • NBR 14.718 que fala sobre guarda-corpo;
  • NBR 14.698 que fala sobre o tipo de vidro que é temperado;
  • NBR 14.697 que fala sobre o tipo de vidro que é laminado;
  • NBR NM 293 que fala sobre os acessórios do vidro;
  • NBR 16.259 que fala sobre sacadas de vidro;

Opte por empresas que tenham um bom relacionamento com o cliente

Vamos supor que você tenha encontrado uma vidraçaria com as seguintes características: a qualidade do material que a vidraçaria oferece é boa, os serviços da empresa são bem avaliados por antigos clientes, os funcionários da loja seguem as NBRs de segurança e o preço por tudo isso é em conta.

No entanto, quando você entrou em contato com a vidraçaria para fechar o negócio, foi maltratado ou então os funcionários não se apresentaram interessados na sua proposta. O que fazer?

A solução para isso é simples: procure outra empresa. Isso porque, apesar de o serviço da empresa fictícia que nós descrevemos anteriormente ser bom, o serviço de atendimento ao cliente também precisa ser, pois, caso aconteça eventuais problemas, você vai precisar reclamar para eles.

Assim, se a vidraçaria não aparenta se importar muito com a opinião do cliente nem com a impressão que passa para ele, esse problema, por menor que seja, pode virar uma grande dor de cabeça.

Escolha uma vidraçaria que te dê opções

Você tem o projeto de reforma da sua casa e precisa comprar portas, janelas e montar uma sacada de vidro.

Por esse motivo, procura online algumas empresas que trabalham com esse serviço, vê a reputação delas, analisa qual a qualidade do material oferecido por elas, mas percebe que a maioria trabalha apenas com portas e janelas e apenas algumas oferecem as três esquadrias.

Nesse caso, é interessante que você dê prioridade para a vidraçaria que oferece os três serviços. Isso porque, além do fato de que você pode barganhar uma diminuição no valor da compra, tendo em vista que todos eles precisam realizar instalação, se a entrega de todas as peças forem feita em um só dia, você ainda pode se livrar da dor de cabeça que é ter mais de uma equipe na sua casa e em dias diferentes.

Comprometimento

Uma das principais formas de escolher qual é a melhor vidraçaria para ter parceria é pelo comprometimento que ela tem com prazos que se propõe a fechar, tendo em vista que uma obra parada pode representar um prejuízo muito grande.

Sendo assim, opte por escolher uma empresa que tenha fama de cumprir seus prazos de entrega (uma ótima maneira de saber disso é conversando com os clientes dela).

Conhecimento do material utilizado

Muitas empresas ou funcionários não sabem nada a respeito do vidro que estão comercializando, apenas reproduzem o que aprenderam enquanto olhavam o que outras pessoas faziam.

Nesse contexto, esses profissionais não são indicados para, por exemplo, saber quando um vidro pode ou não ser aplicado em determinado lugar, não tem o senso crítico de saber se é preciso mudar as técnicas de instalação caso o vão seja de difícil acesso, entre outras coisas, o que pode ocasionar em acidente e/ou prejuízo.

Avaliação de riscos

Trabalhar com vidros pode trazer riscos para a equipe que executa a instalação. Nesse contexto, cada obra apresenta os seus próprios desafios que precisam ser analisados antes que a equipe coloque a mão na obra.

Sendo assim, é muito importante que você contrate uma vidraçaria que seja capaz de identificar a melhor técnica de instalação o possível visando manter a segurança da peça por muito tempo.