Como evitar doenças bucais graves

Evitar doenças bucais é muito importante para manter nossa qualidade de vida, afinal, a boca é um dos lugares principais do corpo, estando em contato direto com a maioria das substâncias, desde que somos crianças.

O aparecimento de doenças bucais está relacionado, em grande parte, ao descuido com os hábitos de higiene e falta de acompanhamento do médico dentista do plano odontologico ou particular.

Neste sentido, é muito importante conhecer quais são as doenças que podem ser desenvolvidas com a ausência de uma boa higienização, bem como quais são as atitudes que podem ser tomadas para evitar o aparecimento das doenças bucais, tanto as mais comuns, como as cáries, quanto as mais graves.

Doenças bucais e seu desenvolvimento

doenças bucais

As doenças que acometem a boca e os dentes são muito comuns, embora grande parte da população conheça apenas as cáries e o mau hálito.

Qualquer pessoa, ao longo da sua vida pode sofrer com doenças bucais, dos mais novos aos mais velhos, e seus aparecimento ocorrem por variados fatores. 

Na fase adulta, por exemplo, é comum que a maioria se manifeste pela falta de higiene bucal ao longo da vida e a ausência de acompanhamento do dentista, seja ele de plano dental para MEI ou não, para exames e procedimentos de rotina.

Abaixo abordaremos as principais causas que, junto com a falta de higienização, contribuem para o aparecimento das doenças bucais. Posteriormente, abordaremos o que pode ser feito para evitar que tais disfunções se desenvolvam.

As principais causas das doenças bucais

O aparecimento de doenças bucais graves ou regulares está relacionada a muitos fatores, sendo os principais o descuido com a higiene da boca, indo até a ausência de nutrientes, minerais e vitaminas. 

Abaixo conheceremos três principais causas para o aparecimento dessas disfunções.

  1. Falta de acompanhamento do dentista

Uma das causas principais para o aparecimento de doenças bucais está a ausência do acompanhamento do dentista.

Isso porque, quando as pessoas não possuem um dentista de confiança ou não realizam os retornos adequadamente, não conseguem saber se alguma doença está em desenvolvimento.

Isso também ocorre por conta da dificuldade que pode existir em marcar as consultas e retornos por meio do atendimento privado, bem como do orçamento que pode ser necessário nesse caso.

Consequentemente, isso faz com que as pessoas não tenham um tratamento preventivo adequado, o que pode gerar doenças mais profundas, como a periodontite. 

Assim, o plano pode ser uma ferramenta de suporte para consultas regulares. 

Afinal, o dentista de convenio odontologico consegue passar todas as recomendações necessárias para o cuidado adequado da boca e dos dentes, além de verificar possíveis ofensores para a saúde.

  1. Ausência de higiene bucal

A ausência de uma higiene bucal ou mesmo a realização de uma limpeza ineficiente pode ser a causa do aparecimento de doenças bucais.

Isso porque os restos/resíduos de alimentos que podem ficar na cavidade ou presos na dentição por conta da alimentação, promove a proliferação das bactérias já existentes na boca, fazendo com que fungos e inflamações possam aparecer.

Assim, junto ao acompanhamento do plano odontologico empresarial abordado, é importante o cuidado com a higienização diária.

  1. Má alimentação

Ter uma má alimentação pode ser extremamente prejudicial a sua saúde, pois os dentes e a boca estão em contato direto e indireto com o que comemos e o ambiente externo. 

Por isso, alguns alimentos servem como uma série de nutrição para as cáries, principalmente os açúcares, enquanto outros atuam no escurecimento dos dentes, prejudicando a saúde bucal e favorecendo inflamações também.

Ou seja, alguns alimentos contribuem para a composição da placa bacteriana.

Deste modo, é necessário manter a dieta sempre equilibrada para que os dentes estejam fortes e as bactérias controladas, de modo a evitar o aparecimento de doenças bucais.

Doenças bucais que podem surgir

Abordamos algumas causas das doenças bucais e agora falaremos sobre dois principais problemas: a cáries e a periodontite.

As cáries são as disfunções mais comuns, e podem aparecer ao longo de toda a vida. O aparecimento está condicionado à ingestão excessiva de açúcares sem a devida higienização.

A falta de tratamento correto pode causar dores e incômodos. Dependendo da situação, é preciso a realização de uma obturação ou mesmo tratamentos de canal.

Já a periodontite é uma evolução da gengivite (inflamação da gengiva) e atinge os tecidos de sustentação dos dentes, de modo que podem ser irreversivelmente danificados – acarretando a queda dental.

Assim, é preciso estar atento aos sintomas que podem indicar que problemas bucais já estão em desenvolvimento.

Ou seja, existem alguns sinais que indicam que é hora de procurar o dentista do seu plano odonto empresarial, sendo eles:

  • Mau hálito;
  • Vermelhidão;
  • Sangue na saliva;
  • Gengiva inchada.

Para evitar o aparecimento dessas doenças e de outras complicações é importante prestar atenção aos sinais e cuidar da higiene bucal todos os dias, de modo a escovar os dentes três vezes ao dia, com acompanhamento do fio dental e enxaguante.

Em seguida, o acompanhamento do médico dentista é crucial para avaliação e tratamentos da cavidade.

Esse acompanhamento deve ser feito duas vezes ao ano, de modo a evitar que doenças se desenvolvam. Assim, é importante o acompanhamento adequado para avaliar a condição da boca e realizar métodos preventivos e de tratamentos antes que complicações ocorram.

Com esses pontos, foi possível saber o que caracteriza uma doença bucal, o que deve ser feito para evitar e suas principais causas, bem como a importância do acompanhamento profissional para garantir mais saúde e qualidade para o sorriso.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, com dicas e conteúdos ricos, sobre os cuidados com a saúde física e mental.