Decoração de casa: como combinar almofadas estampadas?

Adicionar estampas lisas para balancear é uma boa ideia, mas essa não é a única possibilidade. Veja ideias!

Quer mudar a cara do seu quarto ou sala sem gastar muito? As almofadas decorativas têm o poder de fazer isso. Em cima da cama, em sofás, poltronas ou até mesmo para criar um cantinho no tapete, por exemplo, elas adicionam cores e dão um toque de personalidade aos ambientes.

A escolha das capas é decisiva para deixar os ambientes bonitos e aconchegantes. A quantidade também importa: é legal ter várias almofadas, especialmente se elas forem pequenas, mas cuidado com os exageros. 

O maior desafio, no entanto, é combiná-las. As dicas a seguir vão te ajudar a fazer escolhas acertadas. Antes de mais nada, é importante conhecer o círculo cromático, pois vamos nos embasar nele para várias dar sugestões.

Estampas iguais com cores diferentes

O jeito mais fácil de combinar estampas é investindo em capas que tenham o mesmo desenho, mas em cores diferentes. As cores podem ser próximas no círculo cromático, mas nada impede que sejam até totalmente opostas. Na verdade, se os desenhos combinam, não tem erro.

Estampas com o mesmo tema

Outro jeito simples de combinar estampas é escolhendo desenhos que tenham a mesma temática. Podem ser várias capas com formas geométricas diferentes. Ainda, vários personagens de um mesmo filme ou desenho de que você gosta. Contudo, é bom que todas as capas tenham pelo menos uma cor em comum.

Estampas que criam uma história

Quando as estampas são diferentes, é interessante que elas criem uma narrativa entre si. Para isso, elas podem ser do mesmo tema, como na dica acima, mas não necessariamente. Podem ser elementos que lembrem diferentes lugares que você já visitou, por exemplo. Mesmo em diferentes estilos, contam uma história.

Estampas diferentes em tons diferentes da mesma cor

Usar diferentes tons da mesma cor também é uma forma eficiente de combinar estampas. O bom dessa estratégia é que os desenhos podem tanto ser parecidos como completamente diferentes. Nesse caso, é a cor que vai fazer as almofadas conversarem.

Estampas com uma cor em comum

Se as estampas não conversam entre si pelo tema ou pela história, você precisa fazer isso elegendo uma cor em comum. Pode ser a cor de fundo ou até mesmo presente nos detalhes. Não é necessário que seja exatamente o mesmo tom, embora essa seja uma boa ideia.

Estampadas na mesma paleta de cores

As combinações por contraste, entre cores que ficam em lados opostos do círculo cromático, podem funcionar. Mas se as almofadas são estampadas, é mais seguro apostar em desenhos que estejam, pelo menos, próximos no círculo cromático, especialmente se as estampas são muito diferentes entre si.

Estampadas e lisas

Adicionar almofadas lisas com as estampadas é uma ótima ideia para não deixar o ambiente com excesso de informação. As capas lisas podem ser de uma cor que converse com a das estampas, de preferência com proximidade no círculo cromático.

Estampadas e texturizadas

As almofadas com texturas e relevos também podem ser combinadas com estampas. Nesses casos, a dica é que as texturizadas sejam em uma cor só e as estampas discretas, de preferência em cores sóbrias. As texturas também devem ser parecidas. Caso contrário, há grande risco de obter um visual sobrecarregado.

Estampas combinando com as paredes

Se o seu ambiente tem paredes coloridas ou quadros espalhados, é uma boa ideia que as estampas conversem, não apenas entre si, mas também com esses elementos. A cor é sempre um bom jeito de fazer essa ligação, mas você também pode fazer isso pelo tema ou por algum detalhe em comum.