Entenda o que é o romantismo

O romantismo se trata de um movimento artístico que teve seu surgimento na Europa no século XVIII, sendo mais específico na década de 1770, onde durou até o século XIX.

Este movimento teve uma forte influência na literatura, pintura, arquitetura e na música.

Antes de iniciar este artigo, uma boa alternativa para você que não deseja uma paquera é o aprendizado de cantadas de pedreiro, para fazer a mulher rir muito. 

Qual é o principal motivo do romance?

No Romantismo, a sociedade exibia o espírito romântico, baseado em visões individuais e visões de mundo, tendo como objetivo se desvincular das idéias do Iluminismo que colocavam como causa central o mundo e pregavam a objetividade.

Durante a maioria do século XIX, o Romantismo e esse espírito romântico trouxeram teorias filosóficas e obras de artes altamente temáticas. 

Os romancistas possuíam a intenção demonstrar o drama e a emoção humana, histórias de amor envolventes e ideias utópicas.

Entenda o contexto histórico do Romantismo

O Romantismo surgiu durante a Revolução por volta de 1774 e 1849, quando uma série de mudanças políticas, sociais e econômicas ocorreram no Ocidente, como a Revolução Industrial e a Revolução Francesa.

Por causa dessa percepção alterada, os artistas românticos começaram a mudar a teoria e a prática de sua arte. Além disso, a forma como essas pessoas viam o mundo começou a mudar.

Essas mudanças transcenderam o reino da arte e tiveram um efeito profundo na filosofia e na cultura ocidentais como um todo, abraçando sentimentos e emoções como um modo de vida legítimo.

O impacto da revolta refletiu-se nas características de idealismo e revolução que se evidenciaram nas obras criadas na época.

Além disso, o escapismo e o subjetivismo, fruto da insatisfação com a condição social, valorizando mais os sentimentos individuais do que os gerais, podem se mostrar como influência do período histórico no romantismo.

O individualismo, ou seja, outro aspecto desse movimento, era uma característica da burguesia da época, afirmada ainda mais pela revolução do final do século XVIII.

Quais são as principais características do romantismo?

Como o Romantismo procura afastar-se dos valores tradicionais e libertar-se de uma visão equilibrada, a maioria das suas características contraria diretamente essas exigências. Veja abaixo:

Liberdade de expressão e criatividade

As regras externas não são tão importantes no romantismo. 

O principal objetivo deste movimento é representar e valorizar o “eu”. 

Como resultado, os autores se sentem completamente livres para expressar seus sentimentos e visão de mundo, não importa o que eles queiram.

Também é importante lembrar que os pensadores e artistas românticos são muitas vezes imaginativos em seu trabalho. 

Tendo como exemplo a literatura, o seu objetivo basicamente  era descrever o mundo como ele poderia ser e não como ele realmente é.

Idealismo e rebeldia

Os autores romancistas têm uma visão do mundo um pouco idealizadas. A verdade dos autores é considerada sem esperança porque eles veem as políticas do novo mundo como os limites do crescimento pessoal, político e artístico.

Para eles, a pátria, as mulheres e o amor não são vistos como são, mas como acreditam que deveriam ser. 

Por isso, a pátria é sempre perfeita. A mulher sempre foi descrita como virgem, fraca, bonita e flexível e além dessas qualidades, é inatingível. 

Já o amor é retratado como uma forma espiritual, geralmente irrealista e causa grande sofrimento.

Individualismo

Os autores romancistas pensam que eles e seus sentimentos estão no centro de todo o universo. De acordo com os contadores de histórias, seus desejos, paixões e frustrações são mais importantes do que eventos externos.

Eles valorizavam as suas características e experiências pessoais, que muitas vezes são explicadas por emoções e sentimentos. As obras românticas também eram marcadas por um tema forte que retrata fielmente a visão no mundo dos autores.