Pular para o conteúdo

Quais as regras para atestado médico?

O universo das relações de trabalho está repleto de direitos e deveres que devem ser observados tanto pelos empregadores quanto pelos empregados.

Um desses direitos, a concessão de atestado médico para justificar faltas devido a problemas de saúde, embora pareça simples, envolve uma série de regras que precisam ser seguidas para garantir sua validade.

O atestado médico, seja ele físico ou no formato de atestado médico online, é uma ferramenta essencial para garantir a proteção do trabalhador quando este se encontra doente ou incapacitado para suas atividades.

Entender os mecanismos que envolvem a emissão e aceitação desse documento é fundamental para garantir a tranquilidade no ambiente de trabalho.

Quem pode emitir um atestado médico

atestado médico

Qualquer médico, dentista, psicólogo ou outro profissional de saúde devidamente registrado no conselho de sua respectiva categoria profissional tem a competência para emitir um atestado médico.

Isso inclui atestados médicos emitidos online, um recurso que vem sendo cada vez mais adotado por profissionais e pacientes em virtude de sua praticidade e segurança.

O profissional deve, no entanto, estar habilitado para atuar na área de saúde relacionada ao problema do paciente e deve atestar apenas condições que esteja qualificado para diagnosticar e tratar.

Informações que o atestado médico deve conter

Para ser válido, um atestado médico precisa conter algumas informações obrigatórias, como o nome do paciente, a data da consulta, o tempo de repouso necessário e a assinatura do profissional, com seu número de registro no conselho de classe.

Em um atestado médico online, estas informações também são requeridas, mas o documento é assinado digitalmente pelo profissional.

Não é necessário que o atestado detalhe o motivo do afastamento, pois isso pode infringir o direito à privacidade do paciente.

Direito do trabalhador ao apresentar atestado médico

Ao apresentar um atestado médico ou atestado médico online, o trabalhador tem o direito de ter suas faltas justificadas sem desconto no salário, desde que o documento esteja em conformidade com as regras já mencionadas.

A empresa não pode se recusar a aceitar um atestado médico válido, nem pode demitir o empregado por justa causa em razão das faltas justificadas pelo atestado. Este é um direito garantido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e pela Constituição Federal.

A importância da verificação e validação do atestado médico pelas empresas

As empresas têm o direito de verificar a autenticidade dos atestados médicos apresentados pelos empregados e devem fazer isso para evitar fraudes. Isso vale também para atestados médicos online.

As empresas podem contatar o profissional que emitiu o atestado para confirmar a consulta e o período de afastamento recomendado. No entanto, devem sempre respeitar a privacidade do empregado e não solicitar informações sobre o diagnóstico ou tratamento.

Conhecendo as regras para a emissão e utilização de atestados médicos, seja na forma tradicional ou online, trabalhadores e empregadores podem garantir que seus direitos e deveres sejam respeitados.

Isso contribui para relações de trabalho mais justas e para o bem-estar de todos no ambiente de trabalho.

Portanto, é fundamental que tanto trabalhadores quanto empregadores estejam bem informados sobre as regras que envolvem a concessão de atestados médicos. Conhecimento é sempre a melhor forma de assegurar nossos direitos e cumprir nossos deveres.