Como a saúde mental afeta a saúde bucal

Apesar de muitas pessoas não acreditarem, a saúde mental e saúde bucal possuem influência uma na outra, sendo necessário mantê-las saudáveis para que o corpo todo se sinta bem. 

Diversas razões fazem com que, quando uma pessoa está passando por algum tipo de problema na vida, que afeta diretamente o psicológico, a sua saúde bucal também fique prejudicada durante esse período.

Dessa maneira, nesse artigo apresentaremos as principais relações entre essas duas condições, explicando de que maneira uma afeta a outra, como evitar que isso aconteça, quais os cuidados que são necessários, etc.

Por que a saúde mental pode afetar a saúde bucal?

Existem diferentes tipos de problemas psicológicos que afetam diretamente a mente das pessoas. Alguns, como os que mostraremos na lista a seguir, são, provavelmente, os mais conhecidos, e que atingem uma maior parcela da população, tais como:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Deficiência intelectual;
  • Bipolaridade;
  • Esquizofrenia;
  • Déficit de atenção.

Todos esses transtornos ou condições afetam diretamente o modo como as pessoas se comportam no dia a dia. 

Pessoas ansiosas ou depressivas, por exemplo, têm maiores dificuldades em focar em tarefas básicas do cotidiano, muitas vezes não sentindo a menor vontade de realizar essas ações.

Um dos pontos que é afetado por conta dessa falta de atenção ou negligência, é a saúde física e a saúde bucal. Pessoas com essas condições podem, em muitos casos, acabar negligenciando os cuidados que são necessários para manter a saúde bucal de qualidade.

Dessa maneira, elas acabam não executando tarefas simples, como escovando os dentes, utilizando fio dental e fazendo a limpeza correta da língua, gengiva, dentes e boca como um todo.

Muitos desses problemas não são solucionáveis, pois afetam diretamente a parte neurológica das pessoas. 

Entretanto, problemas como o estresse e a ansiedade podem ser controlados, e é fundamental que isso aconteça, antes que outras partes sejam afetadas, incluindo a saúde bucal.

Doenças bucais que são agravadas por problemas psicológicos

Por conta dessa negligência, o surgimento de doenças bucais pode ocorrer. Por isso, apresentaremos a seguir as doenças bucais mais comuns que podem ter ligação com transtornos como os mencionados anteriormente, como a depressão, estresse e ansiedade.

Cáries

O surgimento de cáries está totalmente relacionado com a falta da higienização bucal. Se uma pessoa está depressiva, e acaba não cuidando da escovação e de outros cuidados importantes, é natural que os dentes sofram com o acúmulo de bactérias, gerando as cáries.

Essa falta de cuidados também pode afetar a coloração de dentes próximos às cáries, sendo necessários tratamentos de recuperação, como o clareamento dental.

Gengivite

A gengivite é uma doença inflamatória, caracterizada por uma inflamação na região da gengiva. 

Como é outra doença relacionada ao acúmulo de bactérias, proveniente da falta de higienização adequada dos dentes, é uma condição que tem total relação com a saúde mental.

Entretanto, é um problema um pouco mais sério que o mencionado anteriormente, pois pode apresentar sintomas bastante incômodos, como febre, dor de garganta, inchaço, entre outros.

Para quem está sofrendo com essa doença, especialmente pessoas que estão em algum tipo de tratamento bucal, como utilizando uma lente de contato dental, é fundamental reforçar os cuidados para que o tratamento não seja atrapalhado, mas também para que a doença não evolua, tornando-se uma periodontite.

Periodontite

Como vimos, a periodontite é uma doença relacionada com o avanço da gengivite. Entretanto, quando chega nesse estágio, os problemas podem ser bastante sérios. Inclusive, o periodonto é o tecido que faz a fixação dos dentes na gengiva. 

Em casos graves, em que o periodonto foi completamente inflamado, principalmente por conta da ausência de higienização dos dentes, as pessoas portadoras dessa condição podem, inclusive, perder os dentes, sendo necessário utilizar um implante dentário para substituí-los.

Bruxismo

O bruxismo é uma condição totalmente atrelada ao estresse. Essa doença se caracteriza pelo ranger dos dentes, ou seja, uma prática muito comum quando as pessoas estão estressadas ou ansiosas.

Essa condição afeta diretamente a estruturação dos dentes. Para quem acabou de iniciar um tratamento com aparelho movel, por exemplo, esse é um problema que pode atrasar o procedimento, visto que os dentes podem sofrer com problemas estruturais intensos.

Mais ainda, existem diversos sintomas que caracterizam o bruxismo, como zumbidos, dores de cabeça, dor nas regiões afetadas, entre outros. 

Por isso, é fundamental que as pessoas prestem atenção a esses sintomas para rapidamente procurar ajuda, garantindo que recuperação dessa doença a tempo e, nos casos mencionados, impedindo que o tratamento com aparelho ortodôntico seja afetado.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.